Logo



Posts Recentes



10 agosto 2017

O Sorriso da Hiena - Gustavo Ávila

     Atormentado por achar que não faz o suficiente para tornar o mundo um lugar melhor, William, um respeitado psicólogo infantil, tem a chance de realizar um estudo que pode ajudar a entender o desenvolvimento da maldade humana.
      Porém a proposta, feita pelo misterioso David, coloca o psicólogo diante de um complexo dilema moral. Para saber se é um homem cruel por ter testemunhado o brutal assassinato de seus pais quando tinha apenas oito anos, David planeja repetir com outras famílias o mesmo que aconteceu com a sua, dando a William a chance de acompanhar o crescimento das crianças órfãs e descobrir a influência desse trauma no desenvolvimento delas. Mas até onde William será capaz de ir para atingir seus objetivos?
      Em O sorriso da hiena Gustavo Ávila cria uma trama complexa de suspense e jogos psicológicos, em uma história que vai manter o leitor fisgado até a última página enquanto acompanha o detetive Artur Veiga nas investigações para desvendar essa série de crimes que está aterrorizando a cidade.

    David foi obrigado a ver seus pais serem mortos na sua frente quando tinha 8 anos. Agora, já adulto, quer saber se esse ocorrido influenciou no seu comportamento atual e, para isso, resolve reproduzi-lo com outras famílias, de modo que possam ser avaliadas por um profissional. O profissional escolhido é o psicólogo William, que tem essa mesma dúvida desde os tempos de faculdade, e aí que entra uma das partes do livro, quando David faz uma proposta para William e o psicólogo deve decidir entre recusar e impedir o sofrimento de diversas famílias, ou aceitar esse mal para que o mundo se beneficie dos resultados da pesquisa. No meio disso, vemos William lutando com esse conflito interno, suas ações depois da decisão tomada, a relação com namorada e amigos e o seu trabalho.
    Na outra parte, temos Artur, um ótimo detetive com um aspecto peculiar, que é designado para resolver os casos de desaparecimento na cidade. Acompanhamos ele atrás das pistas, sua dificuldade com interações sociais e a relação com sua única amiga.

     O que me chamou atenção nesse livro, além da sinopse, claro, é o fato de ser um thriller nacional e de o autor morar na minha linda Florianópolis (convenhamos que não é uma coisa comum), então eu tinha que dar uma olhada. E eu fiquei feliz com o resultado, o livro é bem interessante e instigador, o que fica melhor quando lembramos que é o livro de estreia do Gustavo Ávila.
   Já de cara ele explora as profundezas da mente humana e a influência de um trauma da personalidade de alguém. Com esse assunto, acaba instigando os leitores a pensarem nisso também, a questionarem as ações e escolhas dos personagens. O autor consegue também deixar o nível de curiosidade alto ao longo do livro todo que, junto com a narrativa fluida, faz uma leitura gostosa.
     Não há muito o que lamentar na história, apenas que eu senti uma falta de experiência em alguns trechos, pois poderiam ser melhor explicados, ou outros que tiveram um excesso de explicação, algumas partes que me intrigaram por subestimar a polícia ou superestimar o criminoso, mas nada que tirasse a vontade de ler. Outra coisa ruim, na minha visão, é que o tema é meio distante para nós, brasileiros - não estou dizendo que é ruim não termos esse tipo de coisa aqui, mas sim que não estamos familiarizados com isso -, o que faz com que, na hora da leitura, eu não imagine o Brasil como cenário da história.
     No geral, o livro é muito bom de ler. Você vai se surpreender no final, no começo, no meio, vai ficar com o olho grudado no livro, querendo ler aquele pouquinho a mais pra saber o que acontecerá, vai se assustar em alguns momentos, se decepcionar (não com o livro em si) em outros. É uma leitura que vale a pena pra quem quer conhecer mais da literatura nacional ou ler uma história rápida, mas envolvente.
     Gustavo Ávila ingressou no mundo da escrita ao iniciar no mercado publicitário como redator, há mais de dez anos. Nascido em 1983, cresceu no interior paulista, trabalhou por anos em São Paulo, capital, e hoje vive em Florianópolis. Foram mais de três anos escrevendo O sorriso da hiena, que, em 2016, teve os direitos de adaptação comprados pela TV Globo.

6 comentários:

  1. Ainda não conhecia, achei bem legal :D

    http://submersa-em-palavras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Monyque

      Que bom saber que eu lhe apresentei o livro e que tenha despertado o seu interesse hahaha ^^

      Excluir
  2. Olá! Que tema mais instigante, não?! Achei muito bom o tema do livro e fiquei super feliz quando li que era de um autor nacional (eu amo nossos autores, aaa <3). Já entrou pra minha listinha de leitura!
    Beijos,
    Meise Renata.
    viciadas-em-livros.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Renata

      O tema realmente é muito bom pra esse tipo de livro hahaha E eu também fico feliz vendo bons livros de autores nacionais, acho que temos que valorizar mais o que temos por aqui, eu mesmo também tenho que melhorar isso, mas to tentando. Espero que leias logo e venha contar o que achasse :D

      Beijos.

      Excluir
  3. Olá! Esse é mais um livro que está na minha lista nada pequena de livros que quero ler. Gostei muito da premissa dele e por ser de um autor nacional. Acabei de ver no facebook que a Globo comprou os direitos para produzir uma série sobre ele. O autor deve estar muito feliz e orgulhoso de sua obra! Adorei a resenha!

    Beijos

    Vivian
    Saleta de Leitura

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oii, Vivian

      HAHAHA todos temos essa "pequena" lista, mas espero que leias o quanto antes. Esses fatores também me chamaram a atenção pra esse livro e pra vontade de lê-lo. Exatamente, os direitos foram comprados ano passado, como está escrito ali no finalzinho do post :D

      Beijos.

      Excluir

Obrigada pelo seu comentário! sua opinião é muito importante aqui no Vida em Marte, vou ler e responder com carinho ;)

Pin It button on image hover