Logo



Posts Recentes



30 janeiro 2017

Persépolis - Marjani Sartrapi


   Marjane Satrapi tinha apenas dez anos quando se viu obrigada a usar o véu islâmico, numa sala de aula só de meninas. Nascida numa família moderna e politizada, em 1979 ela assistiu ao início da revolução que lançou o Irã nas trevas do regime xiita - apenas mais um capítulo nos muitos séculos de opressão do povo persa. Vinte e cinco anos depois, com os olhos da menina que foi e a consciência política à flor da pele da adulta em que se transformou, Marjane emocionou leitores de todo o mundo com essa autobiografia em quadrinhos, que só na França vendeu mais de 400 mil exemplares. Em Persépolis, o pop encontra o épico, o oriente toca o ocidente, o humor se infiltra no drama - e o Irã parece muito mais próximo do que poderíamos suspeitar.

   Marjane nasceu no Irã em 1969 e viveu uma época de muitas mudanças em seu país, uma época cheia de ideologia super conservadoras em meio a uma guerra. Foi em 1979 que começou uma revolução que acabou instalando a monarquia no Irã, juntamente com um islamismo extremamente conservador. Nada disso é fácil de enfrentar, pra ninguém, ainda mais para Marjane, filha de pais revolucionários, frequentadores assíduos de protestos contra o Governo. Ela teve a oportunidade que muitas pessoas não tiveram: a de ter informação e ser capaz de entender e, acima de tudo, questionar o que estava acontecendo.
   Ser obrigada a usar véu para esconder os cabelos foi algo que marcou o início de todo esse sofrimento, juntamente com ter que ser separada de seus amigos por conta de uma segregação imposta entre meninas e meninos... era só a ponta do iceberg que assolava todo o Irã naquela época.
   Conforme as páginas vão passando vamos acompanhando a vida dessa garota, que antes era normal e que acaba tendo que mudar drasticamente por conta da guerra. Vamos acompanhando o dia-a-dia de Marje desde sua infância até sua vida adulta, com todas as questões com as quais ela teve que lidar enquanto mulher num regime conservador e enquanto imigrante, quando precisa sair do seu país a fim de ter uma educação e chances melhores de vida.
   Esse quadrinho ganhou lugar especial no meu coração e não tenho dúvidas de que ele irá não só para a listinha de melhores leituras do ano como também será considerado por mim, uma das melhores leituras da vida! Ele já começou me conquistando com uma explicação maravilhosa sobre as invasões em território Persa e toda a revolução xiita, uma explanação muito incrível, fácil de entender e bem ilustrada. Amante por história que sou, esse início só me deu ainda mais animação para ler esse livro que sempre tive curiosidade. O resultado disso foi uma leitura rapidíssima: devorei as 352 páginas em apenas um dia.
   É até difícil de conter minha animação quando lembro desse quadrinho. Ele não é apenas um magnífico trabalho gráfico, não é apenas uma história linda e emocionante... é a história real e incrível de uma pessoa que viveu muitas coisas e tem tanto o que contar, tudo isso através de suas próprias palavras e traços. Aliás, palavras maravilhosas! Porque além de excelente desenhista (com um desenhado limpo, bonito e super agradável), Marjane mostrou certo dom ao conseguir nos fazer rir mesmo das situações horrorosas que passou, em certos momentos cheguei a gargalhar com a ironia dessa personagem tão real.
   Ver o machismo incrustado em regimes totalitaristas e conservadores foi uma experiência estarrecedora e enriquecedora, além, é claro, de me fazer sentir muita revolta. Durante toda a sua história, Sartrapi teve que conviver com essa cultura que não permitia que as mulheres fossem quem quisessem, que elas não pudessem pensar por si próprias, mandar no próprio corpo, ter que se cobrir porque não podiam causar tentação aos homens... são relatos que a gente pode muito bem perceber na nossa realidade, mas que são ainda mais absurdos e velados nessa região do Oriente.

   Persépolis foi, sem dúvidas, uma leitura que me acrescentou muito e vou indicar para todos que puder. Deveria ser leitura obrigatória porque além de ser super gostoso de ler, ensina demais. Não é a toa que esse foi um dos livros do clube de leitura da Emma Watson. E virou filme! Premiadíssimo em Cannes e concorreu ao Oscar como melhor animação. Dá uma olhadinha no trailer:




32 comentários:

  1. Esses dias eu vi esse livro, pensei em levar mas acabei dando prioridade a outro, mas adorei a resenha. Parabéns pelo blog ele é lindo de mais, seguindo :D

    http://fafahmonteiro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ahhh, que pena, Rafaela!
      Da próxima vez não deixe de levar porque ele super vale a pena, é incrível!
      Beeijos

      Excluir
  2. Olá, tudo bem?
    Não sou muito fã de HQ'S, mas achei esse bem interessante, vou anotar a dica e espero ler em breve ♥
    Um beijo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom, Ray, espero que você leia e goste tanto quanto eu!
      Beijoss

      Excluir
  3. Sou doida pra ler esse livro e sua resenha me deixou ainda mais curiosa.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom, Andy! Leia logo e venha me contar o que achou!!

      Excluir
  4. Nossa não conhecia esse livro e agora estou "preciso para ontem" parece uma história muito rica, do tipo que acrescenta. Adorei a indicação.

    Beijos e Sucesso!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. hahaha e é mesmo, Thayza! Ele é incrível, não deixe de ler, vais adorar!
      Beijoss

      Excluir
  5. Sua resenha me deixou muito curiosa quanto ao livro, já coloquei na minha lista do skoob e assim que surgir a oportunidade, irei adquiri-lo e lê-lo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. hahaha Boa, Thais!! Depois que ler venha me contar o que achasse <3

      Excluir
  6. Nao conhecia nao, mas fiquei super feliz poder conhecer pelo seu blog
    Vou arrumar um pra me ler
    Sucesso flor

    ResponderExcluir
  7. Não é de todo o meu tipo de livros, talvez para a próxima 😉

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, que pena, João /: É um livro incrível, acho difícil alguém não gostar... /:

      Excluir
  8. Oi, Kathleen!
    Gente, todo mundo fala muito bem desse quadrinho. Caiu até na prova do enem
    Beijos
    Balaio de Babados
    Promoção Quatro Anos de Minhas Escrituras

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oii, Lu!
      Jura que caiu na prova??? Não sabia!! hahah
      Beijoss

      Excluir
  9. Já tinha visto a capa em algum lugar e achei muito fofa. Não imaginava que era sobre esse assunto, o que me deixou mais curiosa ainda em ler. Adoro quadrinhos de paixão, e acredito que conhecer uma história verídica dessa forma fica bem mais fácil e interessante. Obrigada pela dica!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esse livro é simplesmente maravilhoso, Ana, se você gosta de quadrinhos, então... a probabilidade de se apaixonar fica ainda maior!
      Espero que você leia em breve. Não deixe de vir me contar o que achasse ;)

      Excluir
  10. Gente, eu nunca tinha ouvido falar desse livro, mas já amei ele! Vou querer ele pra ontem! Valeu.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. UHU! Já escreve na listinha pra não esquecer, Aline!
      Beijos

      Excluir
  11. Nunca ouvi falar desse livro, mas ele parece ser bom d+

    ResponderExcluir
  12. Persépolis é uma obra prima! Apenas isto!

    Att,
    Gabriel José (C, José)

    ResponderExcluir
  13. Vou começar a ler essa graphic muito em breve! Estou bem ansiosa! hehehe Sua resenha só me atiçou mais ainda!

    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Yaaay, que bom que vais ler!! Tenho a sensação que vais adorar, ein?!
      Beijoss

      Excluir
  14. Essa HQ é linda, to doida pra ler!! Adorei o seu blog, já to seguindo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Leiaaa, vais adorar, com certeza!
      Seja muito bem vinda <3

      Excluir
  15. Oi Ka!
    Estou querendo ler esse quadrinho tem um tempão!

    Bjs!
    www.auniversitaria.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Ray!
      Não deixe de ler, viu? É um quadrinho incrível, uma história maravilhosa... nunca vou poupar elogios!
      Beijoss

      Excluir
  16. É um pouco diferente do que eu costumo ler, mas gostei
    Seguindo aqui, retribui?

    http://www.falaaimaluco.com/2017/02/6-series-originais-da-netflix-para.html

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que você gostou! Se arrisca, quem sabe você não se apaixona também?!

      Excluir

Obrigada pelo seu comentário! sua opinião é muito importante aqui no Vida em Marte, vou ler e responder com carinho ;)

Pin It button on image hover