Logo



Posts Recentes



19 dezembro 2016

Achados & Perdidos - Brooke Davis

   Millie Bird é uma garotinha de apenas 7 anos que já sabe muita coisa. Ela já descobriu que todos nós um dia vamos morrer. Em seu Livro das Coisas Mortas, ela registra tudo o que não existe mais. No número 28 ela escreveu “Meu Pai”. Millie descobriu também, da pior forma possível, que um dia as pessoas simplesmente vão embora, pois a mãe dela, abalada com a morte do marido, a abandona numa grande loja de departamentos. Ela só não está triste porque conheceu Karl, o Digitador, um senhor de 87 anos que costumava digitar com os próprios dedos frases românticas na pele macia de sua mulher. Mas, agora que ela se foi, ele digita as palavras no ar enquanto fala. Ele foi colocado pelo filho em uma casa de repouso, porém, em um momento de clareza e êxtase, ele escapa, tornando-se então um fugitivo. Agatha Pantha é uma senhora de 82 anos que mora na casa em frente à de Millie e que não sai mais, nem conversa com ninguém, há sete anos. Desde que o marido morreu, ela passou a viver num mundinho só dela. Agatha preenche o silêncio gritando, pela janela, com as pessoas que passam na rua, assistindo à estática na televisão e anotando em seu diário tudo o que faz. Mas, quando descobre que a mãe de Millie desapareceu, ela decide que vai ajudar a menina a encontrá-la. Então, a adorável garotinha, o velhinho aventureiro e a senhorinha rabugenta partem em uma busca repleta de confusões e ensinamentos, que vai revelar muito mais do que eles imaginam encontrar.

   Millie Bird é uma garotinha curiosa e inteligente, cheia de questionamentos, ela vê até mesmo nas coisas mais simples da vida, uma infinidade de lições. Ao perceber que tudo simplesmente morre, ela decide fazer uma coleção um tanto diferente: anotando, quando encontra, coisas mortas em seu "livro de coisas mortas". Até que se pai vira um dos itens para o caderninho, é então que a mãe de Millie desaba de muitas maneiras. 
   Com apenas 7 anos, Millie mostra uma esperteza gigantesca. Com uma imaginação incrivelmente fértil, ela se vê tendo que se virar ao ser abandonada pela mãe em uma loja de departamentos. Mas logo a situação fica melhor: Karl, um senhorzinho de 87 anos, fugitivo de uma casa de repouso, vira companheiro fiel de Millie em uma grande aventura, que ficou ainda mais cheia de confusões quando Agatha se junta a trupe. A senhora solitária e gritona parece ser o que faltava pra jornada ficar completa. 
   Narrado em terceira pessoa, Achados & Perdidos é um livro doce ao mesmo tempo que é triste. Um livro cheio de lições e reflexões, sobre tudo... sobre a vida, sobre as pessoas, sobre o mundo... E a presença de uma garotinha tão encantadora e simpática faz tudo ficar melhor. 
   Além da doçura de Millie, temos o querido Karl, um antigo digitador, romântico que só... adorava passar os dedos levemente sobre o corpo de sua mulher, como se estivesse digitando. Até que ficou sozinho, a idade chegou e teve que viver em um lar de idosos e começar a digitar no ar enquanto fala. Karl foi um ingrediente essencial para tornar do livro uma leitura melhor. 
   Achados & Perdidos com certeza não é uma leitura qualquer, a sensibilidade de Brooke Davis deixou tudo mais leve e divertido de ler, mesmo quando os momentos eram tristes e de suspirar, foi impossível não se sentir encantada. Misturando ora uma narrativa corrida do ponto de vista de Millie, Karl e Agatha, ora recursos poéticos, ela conseguiu trazer milhares de reflexões acerca da vida, da morte e da velhice, passando por questionamentos sobre até mesmo os estereótipos acerca da velhice. 
   Para momentos melancólicos, é a melhor pedida, apesar de não serem estes os únicos momentos em que a escrita tão elaborada de Brooke Davis se mostre ideal. Achados & Perdidos é um livro carismático, encantador e sensível, com uma mensagem linda e que deve ser lida por todos. A qualquer hora. 


2 comentários:

  1. Oi, Kathleen.
    Nunca imaginaria que o livro tinha essa temática.
    E imagino que apesar de ter coisas engraçadas por ser sobre uma criança realmente deve ser triste.
    Fiquei muito afim de ler.
    Beijo

    Te Conto Poesia ♥

    ResponderExcluir
  2. Oi Kathleen.

    Me surpreendi muito ao ler que esse livro tem essa temática. Fiquei muito afim de ler 💖


    Beijos


    http://tonylucasblog.blogspot.com.br/?m=1

    ResponderExcluir

Obrigada pelo seu comentário! sua opinião é muito importante aqui no Vida em Marte, vou ler e responder com carinho ;)

Pin It button on image hover