Logo



Posts Recentes



16 novembro 2016

Para que o medo vá embora...


   Esse é um post pra mim. Um post para que eu leia assim que terminar de escrever e tente internalizar cada palavra. Ultimamente eu ando com muito medo. Medo do futuro, medo de decisões, medo de escolhas erradas, medo de mudanças, medo de não conseguir chegar . O  eu ainda não sei onde é. 
   Tem certos dias da vida que estamos especialmente mais pensativos. Esses meus dias normalmente seguem a fórmula: acordar cedo por vontade própria, tomar uma xícara de café forte e começar o meu dia no computador. Então eu abro o meu blog, vejo tudo o que já sonhei com ele, o que eu quero realizar por ele... e é inevitável. As dúvidas do futuro começam a se acumular sob mim, não tem como conter, elas simplesmente vêm... como tempestade de verão. 
   Mas essas dúvidas não são sobre apenas sobre ele, quando vejo estou pensando em outras coisas e são essas outras incógnitas da minha vida que mais me assombram. Eu sempre penso que talvez não teria tudo isso pra pensar se tivesse feito outras escolhas lá atrás. Talvez. Mas, normalmente não me arrependo, eu só queria saber como vai ser daqui pra frente. 
   Li faz pouco tempo em uma dessas revistas de fofoca, que ultimamente estão apelando pra matérias de auto-ajuda, que essa é a geração do "pra ontem": as coisas precisam ser o mais rápido possível, as preocupações vêm antes do problema chegar, o tempo parece pequeno... incrível como isso me pareceu um gigantesco meteoro de choque de realidade, "por que eu estou me preocupando com tudo isso agora? Será que não é cedo demais?", foi o que eu me perguntei depois de tanto refletir. Mas é difícil, principalmente porque eu tenho medo. Medo de me arrepender. 
   Ir com calma parece ser o segredo para as coisas darem certo. Um passo de cada vez, já dizia o New Kids on the Block. As vezes a ansiedade pra chegar no destino estraga toda a diversão da viagem e não te deixa aproveitar o caminho
   Minha mãe já me disse uma vez que não é preciso ter certeza de tudo, mas acho que essa é uma das lições mais difíceis de aprender. Repetir como um mantra parece ser uma das coisas que mais tenho feito ultimamente. "Eu não preciso acertar sempre", "As coisas podem dar errado de vez em quando e a vida vai seguir".
   Eu gostaria muito que esse fosse um daqueles textos onde a pessoa termina dizendo que tudo isso funcionou, onde os leitores se vêem inspirados com alguém que perdeu o medo, que conseguiu superar os desafios. Mas ainda não é. 
   O mais legal disso é que vamos seguindo juntos, tentando superar cada vez que o medo quiser nos fazer desistir. Vamos juntos aproveitando esse caminho pro destino. Viver não segue fórmula certa, é risco, é perigo, mas é incrivelmente bom. E, no final, vamos nos abraçar e lembrar o quanto superamos. Quando finalmente chegarmos

Um comentário:

  1. Olá
    Chegou o Swonkie, uma plataforma de gestão de Redes Sociais onde consegues escrever e publicar os teus posts do Blog com análise de SEO e partilhar ou agendar em várias redes sociais em segundos. Consegues ainda ter as estatísticas das tuas publicações e acesso à nossa comunidade de Bloggers.
    Gostaríamos de te convidar a usar o Swonkie com o teu Blog.
    O Swonkie é o melhor amigo dos Bloggers, e desenhamos isto a pensar em Blogs como o Vida Em Marte.
    A nossa equipa estará em Swonkie.com para te conhecer. Contamos então contigo :) ?
    P.S - Tivemos de entrar em contacto contigo porque não encontramos o teu email no blog.
    Até Já,

    Equipa Swonkie

    ResponderExcluir

Obrigada pelo seu comentário! sua opinião é muito importante aqui no Vida em Marte, vou ler e responder com carinho ;)

Pin It button on image hover