Logo



Posts Recentes



30 março 2016

Não queira saber - Lisa Jackson

   Todas as noites, em seus sonhos, Ava vê o filho, Noah. Porém, quando ela acorda, é novamente arrebatada pela verdade aterradora: Noah desapareceu há dois anos, e seu corpo nunca foi encontrado. Quase todos, inclusive Wyatt, o marido meio ausente, supõem que o menino tenha se afogado após cair do cais próximo a sua casa, na Ilha Church. Ao longo desse período, Ava passou a maior parte do tempo internada em hospitais psiquiátricos de Seattle, arrasada pelo luto e incapaz de recordar os detalhes do desaparecimento do filho. Contudo, à medida que suas faculdades mentais voltam ao normal, as suspeitas aumentam. Apesar da preocupação que os outros demonstram, ela não consegue se livrar da sensação de que a família e a psiquiatra sabem mais do que dizem. Será apenas preocupação com o seu bem-estar? Ou medo de que Ava descubra alguma coisa? Estará enlouquecendo? Será que Noah ainda está vivo? Ava não irá desistir enquanto não obtiver respostas; a verdade, contudo, é mais perigosa do que ela imagina - e o preço talvez seja mais alto do que espera pagar.

   Com certeza você já deve ter imaginado a dor de uma mãe que perde o filho. A incerteza de um desaparecimento sem pistas, sem pedido de resgate... ou sem um corpo encontrado. Ava passa por esse gigantesco pesadelo na vida real, seu filho Noah desapareceu aos 3 anos e seu caso nunca teve uma solução. Depois de 2 anos de sofrimento, Ava é tratada por todos, inclusive seu marido, como uma pessoa mentalmente conturbada.
   Ava já foi uma mulher muito forte e decida. Nascida de uma família rica em uma cidade pequena, foi criada em uma ilha praticamente particular, onde tinham uma mansão gigantesca. Com uma carreira brilhante, ela conseguiu comprar as partes da herança de seus primos e com isso se tornou dona majoritária da Ilha Church. 
   Mas, tudo começou a mudar quando, em um acidente de barco, Ava perdeu seu irmão. Tomada pela culpa, Ava sofreu muito, e foi no meio de toda essa situação que Noah nasceu. A criança era a felicidade da mãe dedicada, ajudou a todos a enfrentarem a morte de Kevin. Até que inexplicavelmente desapareceu. 
   Lisa Jackson conseguiu criar uma história muito diferente de todas as que conheço. Mesmo com uma premissa singela, esse livro promete tanto que é impossível não querer mergulhar nessa história, nesse grande drama que acaba se revelando um tremendo mistério. 
   Em diversas situações vemos a agonia de uma mãe que vez ou outra consegue ver seu filho em certos lugares, isso a põe em perigo a ponto de fazê-la se jogar no mar gelado para tentar salvá-lo, fazendo com que toda a família confirme ainda mais as suspeitas da perda de sanidade de Ava, que além de ver Noah, consegue ouvi-lo. Ava sabe que seus comportamentos não podem ser normais, que seus pesadelos constantes e visões irreais são parte de um psicológico muito afetado, mas algo a diz que não é somente isso. Ava não sabe em quem confiar e aprendeu com o tempo a não confiar nem na própria família e empregados, seu marido parece repetidamente suspeito e o que dirá de sua psiquiatra. 
   O livro já me chamou atenção à primeira vista, não só pela capa bonita e sombria, pelo título intrigante e pela autora reconhecida, mas principalmente pelo comentário que se encontra na capa, de um dos meus autores preferidos. "De roer as unhas", disse Harlan Coben. E ele não poderia estar mais certo. 
   Essa história tem um ritmo um tanto inconstante, devo dizer. No começo não me senti muito ligada à trama, mas então as coisas começaram a andar e eu fiquei realmente animada. Mas, em certo momento o ritmo congelou, e minha leitura acabou demorando mais do que eu gostaria. Ainda bem que eu insisti, porque passadas essas poucas páginas de certa monotonia, eu devorei. Foram as últimas 150 páginas que fizeram todo o livro valer muito mais a pena. 
   Foi uma leitura ótima e agradável, mesmo com toda a carga emocional que carrega. Sou apaixonada por livros assim, então talvez eu seja suspeita quando falo de suspense, mas mesmo assim, acreditem quando digo que esse livro é daqueles que vale a pena dar uma chance!


3 comentários:

  1. Ameei a resenha!!!
    Nossa, amei a fonte do título da capa!
    Beijos

    www.apequenaka.com

    ResponderExcluir
  2. Oi Kath! Como sempre, parabéns!
    Fiquei extremamente curiosa sobre este livro, acho que nossos gostos literários batem hahaha.
    Livros assim, com todos esses dilemas e situações desesperadoras me fazer querer devorá-lo também! Sem falar que estou super curiosa agora para saber o final dessa estória haha
    Beijos
    http://www.blogleituravirtual.com/

    ResponderExcluir
  3. Adoro livros de suspense, e esse eu não conhecia!
    Pelo que li da sinopse e da sua resenha, deve ser ótimo, fiquei bem curiosa!!

    Beijos,
    Giulia | www.1livro1filme.com.br

    ResponderExcluir

Obrigada pelo seu comentário! sua opinião é muito importante aqui no Vida em Marte, vou ler e responder com carinho ;)

Pin It button on image hover