Logo



Posts Recentes



09 março 2016

Coringa - Brian Azzarello e Lee Bermejo

   Assim começa a jornada de Jonny Frost, um bandido qualquer que, de uma hora pra outra se vê ao lado de figurões do mundo do crime, como o Crocodilo, Pinguim, Duas-Caras, Charada e, principalmente, seu líder e inspiração... O Coringa. Libertado do Asilo Arkham, o Palhaço do Crime volta à sua vida em Gotham City e parte numa cruzada sangrenta para reconquistar seu território e lembrar a todos sobre quem é realmente o dono da cidade.
   De tempos em tempos, um artista consegue mergulhar na psique de um personagem e nos trazer um novo enfoque de sua essência. Como Alan Moore fez com A Piada Mortal, Brian Azzarello (Batman: Cidade Castigada, Superman: Pelo Amanhã) conseguiu nos revelar um pouco mais da vida do atormentado Coringa, seu modo de agir, seus aliados, suas motivações.
  Mostrando o ponto de vista do submundo dos vilões, Brian inova e lança um novo olhar sobre Gothan City. Ao seu lado, Lee Bermejo (Lex Luthor: O Homem de Aço) também seguiu os passos de Brian Boland e trouxe uma nova interpretação sobre a cidade e seus habitantes com seu traço característico e cheio de impacto.
   Nessa HQ, o Coringa acaba de ser libertado do Asilo Arkham, coisa que ninguém sabe como aconteceu. Agora que está livre, ele precisa retomar o que é seu - que agora está em poder de traidores que achavam que ele nunca voltaria - abusando de seu poder e com o seu estilo único. Para isso, ele tem a ajuda de Jonny Frost - um vilão criado para esta HQ - que é mandado para buscá-lo na sua soltura e acaba ganhando a simpatia do palhaço.
     Ao longo da história também vemos outros vilões icônicos como o Pinguim, Crocodilo, Charada, Arlequina e o Duas Caras, além da presença do Batman, é claro. Não gostei muito da participação desses personagens. Pra mim, eles seriam do mesmo nível do Coringa, mas, na história, eles prestam contas a ele, como se fossem muito inferiores, como se não fossem arquirrivais do Homem Morcego. Principalmente a Arlequina, que tem participação pífia na HQ, sendo uma mera acompanhante do Palhaço do Crime.
     Foi a minha terceira experiência com histórias em quadrinho, depois de Turma da Mônica (afinal, quem nunca, né? kkk) e Scott Pilgrim, sendo, assim, a primeira no mundo dos super-heróis.
     Devo confessar que fiquei um pouco decepcionado com o roteiro um tanto comum demais, escrito pelo Brian Azzarello. Apesar de ser interessante mostrar a parte mais "humana" do Coringa e o lado do vilão, senti falta dos truques dele, dos planos mirabolantes, de vê-lo como o principal rival do Batman.
     Os pontos positivos ficam por conta da arte, feita pelo Lee Bermejo, que é muito boa e pelo jeito irreverente do personagem que dá título à história.
   O Coringa é o meu personagem favorito dos quadrinhos e achei muito legal ter HQs focadas apenas nele, e já tenho outra em vista. Outro personagem que ganhou a minha atenção é o Deadpool. Já gostava do Mercenário Tagarela, mas resolvi ler os quadrinhos depois de ver o filme - que é excelente, por sinal. Então talvez eu volte pra contar sobre eles depois de lê-los hahaha.

Post pelo colaborador: João Victor Krüger

14 comentários:

  1. Oooi! Tudo bem?

    Primeiro de tudo: que capa F-O-D-A! Desculpa o palavrão, mas não encontrei outra forma de descrevê-la. Agora eu me pergunto... Como eu, que estufo o peito pra falar que o Coringa é um dos meus vilões favoritos do universo da DC, não sabia da existência desse livro/hq? #mesentindoposer. Quero pra ontem, mesmo que você não tenha achado grande coisa e que a Arlequina apareça tão pouco.

    P.S.: Se o seu bonequinho sumir, fui eu que roubei, tá bom? Sorry...

    Beijinhos, te espero lá no http://amendoasefelpices.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oláá, Amandaa. Tudo bem sim, e contigo?

      Ela é foda mesmo, não aceito menos que isso shauhsa. Fiquei exatamente assim quando a descobri, por acaso, na livraria, foi bem sem querer mesmo kkk. Nem pense, de mim ninguém tira o boneco, durmo grudado nele hahahaha.

      Beijoss.

      Excluir
  2. eu confesso que meu conhecimento do coringa se deve somente a alguns poucos filmes do batman, mas tô suuuper curiosa para o esquadrão suicida! agora do livro, não fazia ideia que tinha.. pra mim eram só os quadrinhos e filmes!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oláá, Lorraine

      Bom, eu também conheci o Coringa nos filmes, e foi aí que me atraiu e eu gostei tanto dele (principalmente com a interpretação do Heath Ledger), e mal posso esperar pra ver o Jared Leto (que eu também acho sensacional e muito a cara do Coringa) interpretando ele no Esquadrão Suicida hahahaha. Esse também é quadrinho, só que focado no Palhaço :D

      Beijoss.

      Excluir
  3. Estou completamente apaixonada por essa HQ, sério!! Que capa maravilhosa <3 Confesso que não tenho muita admiração pelo coringa e tal, mas me conquistou por ser HQ!! hahahaha Enfim, também já li Scoot Pilgrim e realmente muito bom ♥ Quero que você volte e fale mesmo sobre DeadPool, quero muito ler os quadrinhos dele <3
    Beeijos

    www.marinaalessandra.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Marina Alessandra

      Hahahaha a capa é um ponto forte da HQ, a arte está sensacional, acho que qualquer um, mesmo que não seja fã do Coringa, ficaria encantado com ela. Sobre Scott Pilgrim, concordo com você, também gostei bastante . E assim que eu ler Deadpool, volto pra contar, sim, pode ficar tranquila hahaha.

      Beeijos.

      Excluir
  4. Eu queeeeeeeeeeeeeeeeeero <3 eu sou fã do Joker (Coringa) <3

    garotoliterariio.blogspot.com

    Já to seguindo. Amei o blog

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Thiago

      Como fã, acho que vale a pena ter só por causa da arte e por ser uma HQ cujo personagem principal é o Coringa, porque como falei na resenha, o roteiro é meio fraco haha, mas aí fica a seu critério né, vai que gostas. E Obrigado por seguir o blog ;)

      Abraços.

      Excluir
  5. Oi! Ano passado eu comecei a comprar HQs, tenho poucas ainda e nenhuma de super heróis, comecei pelos Graphics MSP. Gostei de saber mais detalhes sobre esta para decidir se vou ou não comprar.
    Bjos!! Cida
    Moonlight Books

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Cida

      Bom, eu também não tenho muita experiência com as HQs, mas pretendo mudar isso ainda nesse ano. Espero ter te ajudado na decisão, independente do resultado dela sauhsuah

      Beijos.

      Excluir
  6. Gente, que capa linda essa, viu?
    Eu comecei recente também no mundo das HQs e agora estou lendo Guerra Civil
    Amei o funko do Coringa.
    Beijos
    Balaio de Babados
    Participe do sorteio do livro Marianas | Porcelana - Financiamento Coletivo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ooi, Luiza Helena

      Ela não é simplesmente incrível? Foda, como disse a Amanda ali em cima? Caara, eu quero ler essa também, e pretendo fazê-lo logo hsuahusha Obrigado, presente da Kathleen, um ótimo presente, aliás hahahaha.

      Beeijos.

      Excluir
  7. Que legal! Eu também nunca li nenhum outro gibi sem ser o da Turma da Mônica. Sou louca pra ler esses HQ's, principalmente os dos super heróis, porque todos vão sempre muito além do que os filmes mostram. Gosto do Coringa, é um dos vilões que eu me simpatizo, justamente por ser irônico do jeito dele.

    Beijos!
    www.likeparadise.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oláá, Thami

      Eu também sempre tive vontade de ler HQs de super-heróis, justamente pelo fato de serem mais profundos nas histórias do que os filmes, por terem mais detalhes e pelo meu padrasto falar de quando ele lia as coleções hahaha. E quando eu vi essa do Coringa, por gostar muito dele, resolvi começar por ela.

      Beijoss.

      Excluir

Obrigada pelo seu comentário! sua opinião é muito importante aqui no Vida em Marte, vou ler e responder com carinho ;)

Pin It button on image hover