Logo



Posts Recentes



09 fevereiro 2016

Objetos Cortantes - Gillian Flynn

   Recém-saída de um hospital psiquiátrico, onde foi internada para tratar a tendência à automutilação que deixou seu corpo todo marcado, a repórter de um jornal sem prestígio em Chicago, Camille Preaker, tem um novo desafio pela frente. Frank Curry, o editor-chefe da publicação, pede que ela retorne à cidade onde nasceu para cobrir o caso de uma menina assassinada e outra misteriosamente desaparecida. Desde que deixou a pequena Wind Gap, no Missouri, oito anos antes, Camille quase não falou com a mãe neurótica, o padrasto e a meia-irmã, praticamente uma desconhecida. Mas, sem recursos para se hospedar na cidade, é obrigada a ficar na casa da família e lidar com todas as reminiscências de seu passado. Entrevistando velhos conhecidos e recém-chegados a fim de aprofundar as investigações e elaborar sua matéria, a jornalista relembra a infância e a adolescência conturbadas e aos poucos desvenda os segredos de sua família, quase tão macabros quanto as cicatrizes sob suas roupas.

   Já começo dizendo que mais uma vez Gillian Flynn conseguiu me deixar sem fôlego no final da leitura e sem palavras pra descrever um livro tão maravilhoso. Garota Exemplar já tinha sido a prova de que eu já ia me envolver e adorar qualquer coisa que ela escrevesse. E não é que foi assim mesmo com "Objetos Cortantes"?!
   Camille é uma repórter sem muito prestígio de um jornal com menos prestígio ainda em Chicago. Como estão sempre noticiando as mesmas coisas que os outros jornais locais, o chefe dela, Sr. Curry, decide levar Camille para cobrir uma notícia que tinha de tudo para ser um boom jornalístico: o assassinato de duas garotinhas em uma cidade no interior, caso que tinha tudo para ser obra de um assassino em série. O problema é que a tal cidade no interior era nada mais, nada menos, do que a pacata Wind Gap, cidade natal de Camille, e retornar para aquele lugar não vai ser nada fácil.
   Em Wind Gap, a repórter não só vai ter que saber lidar com os moradores que ora não querem nem saber de jornalistas "sugando" a cidade, ora querem ver seus nomes impressos na notícia, como também vai ter que enfrentar todos os seus fantasmas do passado. Wind Gap sabe muito bem como destruir uma pessoa. Como uma boa cidade pequena, ninguém se safa das fofocas e maldizeres.
    Tendo que lidar com os moradores locais, e até mesmo a polícia local e um especialista em crimes enviado de Kansas City, em crimes que parecem não ter solução, Camille se sente tentada a voltar a fazer o que lhe dava tanto alívio. Anos atrás, enquanto tentava fugir da loucura de sua cidade, lidar com a morte de sua irmã pequena e escapar das maluquices de sua mãe, ela encontrou seu alívio em se cortar. Não apenas cortes lisos em lugares escondidos do corpo. Camille se cortava no corpo inteiro, onde desse para cobrir com roupas compridas, e cortava palavras. Com tanta loucura ao retornar quase 10 anos depois em sua cidade natal, milhares de palavras clamam para serem cortadas em seu corpo. Safada, louca, mentira... tudo isso poderia ir para o único lugar ainda liso em suas costas.
   Enquanto investiga e consegue encontrar algumas pistas que talvez possam levar à algum lugar, Camille revisita o seu passado conturbado, sua infância suja e a adolescência mais ainda, e aos poucos vamos conhecendo os segredos e as loucuras de sua família, segredos chocantemente macabros de uma família rica de Wind Gap.
   Quem já leu algum outro livro da autora sabe da habilidade dela de penetrar fundo na mente humana, de escancarar toda a maldade, a fraqueza e a complexidade que mora em nós. Tudo isso com uma destreza gigantesca, dando cada vez mais veracidade para os seus personagens, afinal, eles também são humanos.
   Enquanto avançamos a leitura é impossível não nos envolvermos até mesmo com os personagens mais secundários. Todos eles fazem parte em sua maneira de toda a trama. Todos os personagens possuem sua própria voz e mexem com o leitor de alguma forma. Foi impossível ler e não sentir raiva e desprezo por Adora, mãe de Camille, não ter pena de John, irmão de uma das garotinhas mortas e principal suspeito do caso e não temer Amma, meia irmã de Camille, que inicialmente parece apenas uma garota loura, linda e popular, cruel como garotas da escola podem ser, mas que na verdade possui uma mente quase tão ou até mesmo mais doentia que a mãe, Adora. Uma garota que gosta de ferir, sabe se divertir à sua maneira, que se divide, em seus meros 13 anos, entre brincar em sua casa de boneca em casa e sair para festas fazer sexo e se drogar.
   Não vou mentir e dizer que a leitura toda não é perturbadora. Gillian Flynn é uma das poucas escritoras que me aguça todos os sentidos durante a leitura. E como o livro é doentio, em si, consegui sentir até mesmo os cheiros que ela descrevia: cheio de um local de abate, cheiro de vômito, cheiro de sexo... Toda a história me envolveu por completo e a experiência foi, posso dizer, o mais inteira possível.
   Assim que terminei Garota exemplar, uma das coisas que me aconteceu foi querer que TODOS à minha volta lessem o livro o mais rápido possível. Ciumenta que sou, cheguei até mesmo a emprestar meu livro para pessoas não muito conhecidas, para que elas vissem o quando essa escritora é espetacular. E terminei Objetos Cortantes com essa mesma sensação. Se passar alguém agora mesmo na minha frente, sou capaz de jogar o livro na cara da pessoa e mandá-la ler. Leia agora. Leia pra ontem. E se delicie com essa escrita espetacular e uma história que vai mexer com o teu psicológico.

32 comentários:

  1. eu nunca li os livros dela, mas AMEI o filme garota exemplar! e se o filme já era ótimo, imagino os livros! o dark places é dela também? esse já não curti tanto...

    beeijo, Ja fomos legais

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Lorraine!
      Juro que não gostasse? Pensei em deixá-lo como minha próxima aquisição, mas agora to com um pé atrás :'D
      Beijoss

      Excluir
  2. Oi, Katlheen!
    Eu também fiquei apaixonada pela escrita da Gillian depois de ler "Garota exemplar". Estou com outro livro dela aqui para começar, "Lugares escuros", mas também quero muito ler "Objetos cortantes". Já queria antes por ser dela, e ao ler a sua resenha e ver que o estilo que me agradou está presente, quero mais ainda!

    Estou seguindo seu cantinho! ;)

    Beijos, Entre Aspas

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, ainda não li Lugares escuros, mas estou pretendendo comprá-lo em breve!
      Se ler esse, venha me contar o que achou ;)
      Beijoss

      Excluir
  3. Amei a resenha :*

    http://a-cacheada.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Oi
    Ainda não li nenhum livro da autora, mas tenho curiosidade e esse parece ser um livro bem intenso e com personagens interessantes, o livro deve mesmo mexer com o leitor, que bom que gostou dessa leitura.

    momentocrivelli.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, e como, Denise! É um livro completo, isso te digo com toda a certeza! É maravilhoso <3
      Beijoss

      Excluir
  5. Oi, Kathleen! Tudo bem? Gillian Flynn é minha autora preferida e ponto final. AMO tudo que ela escreve e estou morrendo de ansiedade para um próximo livro dela. Adorei a resenha! <3

    Abraço

    http://tonylucasblog.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ela é incrível mesmo, né, Tony? Eu adoro o modo que ela escreve e consegue relacionar tudo no final. Acho ela maravilhosa, sem mais hahaha
      Beijoss

      Excluir
  6. Eu não conhecia esse livro, só o Garota Exemplar que eu sou louca pra ler e até hoje não vi o filme pra poder ler o livro, mas to com uma fila de livros pra ler ainda.

    Beijos!
    www.likeparadise.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, Thami, mas bote esse como prioridade, você precisa conhecer a escrita dessa mulher! hahaha
      Beijoss

      Excluir
  7. Oi! Eu não curti Garota Exemplar, mas Objetos Cortantes eu amei. Este livro tem uma história agoniante e muito intrigante.
    Bjos!! Cida
    Moonlight Books

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Jura que você não gostou, Cida? Nossa, eu achei incrível...
      Mas, esse realmente é muito bom também!
      Beijoss

      Excluir
  8. Oi, Kathleen!
    Confesso que não tenho a menor vontade de ler Garota Exemplar, mas quero muito ler Objetos Cortantes. Parece ser aquele tipo de leitura que te assusta com a capacidade da mente humana.
    Beijos
    Balaio de Babados

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ah, é exatamente esse tipo de leitura, Luiza! É um livro maravilhoso! Leia e me conta o que achou!
      Beijoss

      Excluir
  9. Ainda não lemos nenhum dos livros dela, não lemos muito livro desse gênero, mas parece ser bem interessante.

    Beijos


    http://www.onlyinspirations.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tentem dar uma chance, meninas, acho que vão gostar ;)
      Beijos

      Excluir
  10. Nunca li nada da autora. mas confesso que tenho muita vontade!! Adorei a resenha e acho massa quando o livro desperta todos os sentidos do leitor e prende até o fim.
    Beijos,
    Luana Agra - Blog Sector 12 - http://sector-12.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso, Luana! Leia algo dela e venha contar o que achou ;)
      Beijoss

      Excluir
  11. Ainda não tinha ouvido falar nesse livro :D porém me interessei pela resenha!
    Gostei muito do seu blog e estou seguindo!
    http://blogmichaelvasconcelos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que gostou, Michael! Tente ler o livro, é muito bom ;)
      Beijoss

      Excluir
  12. OMG! Quero esse livro pra ontem *U*

    Beijos,
    www.thalitamaia.com

    ResponderExcluir
  13. Ameei a resenha!!! AI DEUS,N POSSO COMPRAR LIVROS!
    Como lidar?

    www.apequenaka.com ❤

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. hahahah EU O NA MESMA SITUAÇÃO QUE VOCÊ! Mas não sei lidar também, estão só vou querendo, adicionando na listinha, gastando o dinheiro que não tenho... e assim vai hahaha

      Excluir
  14. Oi, ainda não li nada da autora, mas sua resenha me deixou muito curioso, adorei a resenha.
    Abraços.
    http://litaralmentelivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Arthur! Que bom que você gostou, tente ler ;)
      Beijoss

      Excluir
  15. Oooi! Tudo bem?

    Ai, quero esse livro pra ontem depois de tanta empolgação! Eu amei, amei, amei Garota Exemplar, e queria muito ler outros da autora, mas tava sem tempo na época, e aí sabe quando você esquece da existência? Foi o caso com esse #vergonha. Gillian consegue pertubar mesmo o leitor, eu já aprendi a entrar preparada mentalmente nos livros dela já.

    Beijinhos, te espero lá no http://amendoasefelpices.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ahahha eu entendo, Amanda!
      Sim, falasse muito bem hahaha tem que estar preparada mentalmente para os livros dela, mas valem a pena 100%!
      Beijoss

      Excluir
  16. Ainda não este, mas já comprei, como se trata de Gillian (já li Garota Exemplar) tenho certeza que vai ser fabuloso!
    http://gizahcastro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, espero que leia logo e que adore, Gisele!
      Beijoss

      Excluir

Obrigada pelo seu comentário! sua opinião é muito importante aqui no Vida em Marte, vou ler e responder com carinho ;)

Pin It button on image hover