Logo



Posts Recentes



12 fevereiro 2014

Réquiem para um assassino



"- E a policia militar, vai demorar? É preciso segurar essa multidão.
- Devem chegar logo. Já chamei a perícia e o IML, mas acho que eles não vão poder fazer muita coisa com a maré seca desse jeito.
- Eles vão demorar umas boas horas para chegar aqui. Se a maré subir, vamos perder algum rastro ou marca de como o corpo chegou até lá – disse o delegado apontando para as poças de água suja com natas fruta-cor. – Quanto tempo para os bombeiros?
- Meia hora, uma hora. Depende da papelada.
- Não vai dar tempo. A maré já esta subindo"

   Joaquim Dornelas é um delegado apaixonado e dedicado pela profissão, divorciado e se vendo na difícil tarefa de viver em Palmyra, enquanto os filhos mudaram-se para a cidade grande. 
    O típico personagem das histórias policiais tem a intuição aguçada, é inteligente, e não sossega até ver seu caso solucionado. E, não é diferente quando ele se depara com o que era para ser apenas um crime entre gangues, entre traficantes. Mas, a intuição de Dornelas dizia que se tratava de muito mais do que um traficante morto. 
   Entre pescadores, políticos e prostituição, uma trama perfeita se desenrola. Quem é o real culpado? Se o assassinato foi mesmo por causa do tráfico e se foi mesmo realizado por um cruel traficante, por que aconteceu naquelas condições? Dornelas usa sua astúcia para desvendar todas as perguntas e descobre muito mais do que havia imaginado. 
   E, além de tudo isso, Donelas tenta, mais uma vez, arrumar sua vida amorosa. Ainda que sem querer, ainda que relutante, um relacionamento começa com a legista Dr. Dulce. 
   Nesse livro, todos os envolvidos possuem um segredo, algo escondido por trás de aparências. E, os acontecimentos parecem empurrar, enfim, para a solução de tudo, principalmente depois do assassinato de uma pessoa engajada com a política e que lutava para a igualdade social. 
   Réquiem para um assassino é um livro muito bom, um livro leve e rápido, intrigante e gostoso de se ler.
 E, devo dizer que me senti em um episódio de CSI enquanto lia. Ponto para o Paulo, pois a escrita foi tão elaborada e boa que conseguiu passar toda a emoção, todo o suspense de um romance policial. Tudo isso sem deixar de ser brasileiro. 
   Recomendo a leitura, não só para os apaixonados por mistério, é um livro para todos os gostos, eu diria. O livro possui passagens hilárias, uma leitura fluída e uma crítica (ainda que não totalmente escancarada) à política e estrutura do nosso país. 


7 comentários:

  1. Parece ser muito bom o livro.

    http://misslaniia.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Adoro mistério e suspense. Vou procurar esse livro, hoje tá todo mundo lendo as mesmas coisas bobas é bom variar.
    Obs.: Já li as coisas bobas tbm...rsrs
    beijo flor.
    beleza-facil.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo contigo, Sandra, é bom variar, o pessoal anda muito tendencioso para as mesmas "modinhas", não que elas não sejam boas, pelo menos a maioria é, mas..
      Beijos

      Excluir
  3. Para ser um ótimo livro! Sou apaixonada por mistério, me encantei pelo enredo!

    http://rafaeladomingueti.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Dá uma conferida, Rafa, é uma história bastante boa e bem desenvolvida!

      Excluir
  4. Domicio Pacheco-Silva18 de fevereiro de 2014 10:07

    Já li faz bastante tempo, mas não esqueço o delegado Dornelas, que é um personagem incrível.

    ResponderExcluir

Obrigada pelo seu comentário! sua opinião é muito importante aqui no Vida em Marte, vou ler e responder com carinho ;)

Pin It button on image hover