Logo



Posts Recentes



30 junho 2013

Cuco



Sinopse: Polly é a mais antiga amiga de Rose. Então quando ela liga para dar a notícia que seu marido morreu, Rose não pensa duas vezes ao convidá-la para ficar em sua casa. Ela faria qualquer coisa pela amiga; sempre foi assim. Polly sempre foi singular — uma das qualidades que Rose mais admirava nela — e desde o momento em que ela e seus dois filhos chegaram na porta de Rose, fica óbvio que ela não é uma típica viúva. Mas quanto mais Polly fica na casa, mais Rose pensa o quanto a conhece. Ela não consegue parar de pensar, também, se sua presença tem algo a ver com o fato de Rose estar perdendo o controle de sua família e sua casa. Enquanto o mundo de Rose é meticulosamente destruído, uma coisa fica clara: tirar Polly da casa está cada vez mais difícil.

  A primeira coisa que me intrigou nesse livro foi o título. Cuco? afinal, qual a relação do pássaro com a história? "Cuco é um pássaro que rouba outros ninhos", a frase que Julia Crouch botou no livro resolve o mistério da escolha do título e dita o clima de todo a trama. 
  Rose e Polly foram muito amigas desde a infância, apesar de serem muito diferentes uma da outra, enquanto Polly sempre era a protagonista, Rose ficava como coadjuvante. Até que ambas casaram-se, distanciaram-se e Rose tomou as rédeas de sua vida. Sendo uma boa esposa e ótima mãe, ela conseguiu tudo o que almejava: um bom marido, belas filhas e uma casa linda no interior da Inglaterra. Até que a, então viúva, Polly saiu da Grécia com seus filhos em busca de reconstruir a vida na terra natal, ficando na casa de Rose e vivendo as custas da amiga enquanto tentava retomar a carreira de cantora. 
   A ingenuidade da Rose foi uma coisa que me irritou bastante desde o começo. Parecia que ela não queria enxergar o que acontecia dentro da casa dela quando Polly se mudou. Até mesmo quando outros personagens tentavam alertá-la, Rose não queria enxergar que Polly, manipuladora do jeito que era, estava botando tudo a perder.
 Num primeiro momento eu até simpatizei com Polly, só que acontece que saber que ela ia causar algum tipo de destruição na vida da Rose, já me deixou revoltada com a personagem. As vezes me pegava xingando ela em voz alta, tinha que me controlar e dizer: "Calma, Kathleen, é só uma personagem!". E talvez esse seja um ponto positivo muito marcante do livro. 
   Cuco nos envolve, nos revolta, nos faz (pelo menos foi assim comigo) misturar ficção com realidade... A história é composta por muitos momentos tensos, então não tem como parar de ler! Principalmente quando os problemas atingem as filhas de Rose ou então quando ela começa a acordar para o que acontecia a sua volta. As vezes eu me pegava, mesmo depois de fechar o livro, indignada com o que estava acontecendo com Rose, e só de pensar que aquilo pode muito bem se passar na vida real... 
   Existem pontos negativos relevantes no livro. O primeiro é o fato de existir uma parte da narração desnecessária, a autora gira em torno de um acontecimento que nada acrescenta na história ao todo, só torna tudo mais confuso e vagaroso. O outro ponto é o final. Odeio tanto quando eles me decepcionam! Foi um desenrolar totalmente inesperado, senti vontade de bater na Rose e chamá-la de idiota (olha a minha indignação voltando mesmo depois de um mês que li o livro). 
  Tive uma relação de amor e ódio com o livro. É muito bem escrito, mas igualmente perturbador, como um filme de terror. No final das contas, apesar dos pontos negativos, eu recomendo a leitura, mas apenas se você estiver preparado para ter Cuco martelando na sua cabeça por um tempo. Julia Crouch consegue nos fazer refletir muito acerca das nossas relações, das nossas emoções e até onde uma mãe pode chegar para salvar sua família. 

13 comentários:

  1. Parece ser bem legal esse livro e parece que ele é meio terror e isso me fascina hehe

    Estou te seguindo. Bjs
    Cereja Black // www.cereja-black.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. haha que bom saber que te fascina, você deveria ler ;)
      seja bem vinda!
      beijos

      Excluir
  2. Me parece um terrorzinho, né? Gostei bastante, porque livros assim me prendem fácil haha. Súper seguindo, segue também? Beijos
    coff-cake.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, pois é, livros assim, com esse toque de terror, de suspense também conseguem me prender muito hahah
      Seja bem vinda ;)
      Beijos

      Excluir
  3. Já tinha ouvido falar neste livro, parece bem interessante, um terror meio aventura, que diferente! Ameeei conhecer mais sobre a história!
    Ótima resenha!

    Adorei seu blog e já estou seguindo. Te convido para conhecer o meu blog, te espero lá. Bisous,
    www.pequenomuffin.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é, Lara, ele é uma mistura desses gêneros, talvez nem tanta aventura, mas bastante suspense...
      seja bem vinda, flor
      Beijos

      Excluir
  4. Gostei do seu post, super explicativo, fiquei curiosa para ler.
    Beijos =]
    Visitem: http://blogdafrancoise.com

    ResponderExcluir
  5. Fiquei curiosa para ler o livro!O titulo me chamou a atenção e sua resenha mais ainda!
    beijinhos
    isadoradoria.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Então leia, linda! e vem me contar o que achou ;)
      Beijos

      Excluir
  6. Boa noite! Vim conhecer o seu cantinho e amei.Parabéns pelo blog. Já estou te seguindo. Se você quiser conhecer o meu será muito bem vinda. Tenha uma linda noite.. Bjs
    Cantinho by Giuly’s
    www.excessodegostosura1.blogspot.com.br
    https://www.facebook.com/CantinhoByGiulysArtesanatos?fref=ts

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que gostasse, fico super feliz!
      Seja bem vinda, flor
      Beijos

      Excluir
  7. Otimo review, este livro parece ser otimo.
    Bjos!!

    ResponderExcluir

Obrigada pelo seu comentário! sua opinião é muito importante aqui no Vida em Marte, vou ler e responder com carinho ;)

Pin It button on image hover